Nova Clinica Luz - Você sabe o que é Espondiloartrites?

Notícias

As Espondiloartrites são doenças que provocam inflamações na coluna, envolvendo ligamentos e tendões entre o osso e a cartilagem. Faz parte deste grupo de doenças a espondilite anquilosante, artrite reativa, artrite psoriásica, artrite relacionada a doenças inflamatórias intestinais, como o Crohn e a retocolite ulcerativa, e as espondiloartrose.

Você sabe o que é Espondiloartrites?

As Espondiloartrites são doenças que provocam inflamações na coluna, envolvendo ligamentos e tendões entre o osso e a cartilagem. Faz parte deste grupo de doenças a espondilite anquilosante, artrite reativa, artrite psoriásica, artrite relacionada a doenças inflamatórias intestinais, como o Crohn e a retocolite ulcerativa, e as espondiloartrose.

A espondiloartrose é um tipo de artrose que causa uma série de alterações na coluna lombar, cervical ou dorsal, afetando os ossos, ligamentos, disco intervertebral e nervos, o que provoca dor e, muitas vezes, é incapacitante. Na espondiloartrose, o disco que fica entre as vértebras da coluna podem ficar deformados, causando hérnia de disco e, além disso, os ligamentos da coluna ficam frouxos, causando muita dor.

O tratamento deve ser orientado por um ortopedista em conjunto com um reumatologista. Fatores genéticos, ambientais e infecciosos contribuem para que a doença se manifeste, por isso é importante que seja identificada e comece a ser tratada o quanto antes.

Sintomas da espondiloartrose:  Os sintomas da espondiloartrose são relacionados com o local onde ela está localizada, na cervical, dorsal ou lombar. Alguns destes sintomas são: Dor nas costas, que piora com movimentos e tende a melhorar com o repouso; Dor nas costas que irradia para as pernas ou para os braços, se houver comprometimento do sistema nervoso periférico; Diminuição da força muscular; Falta de flexibilidade.

O diagnóstico é feito com a realização de exames como Raio-x, Ressonância magnética ou Tomografia computadorizada.

Tratamento para espondiloartrose: O tratamento para a espondiloartrose pode ser feito com medicamentos para aliviar a dor e o desconforto, mas a fisioterapia é essencial. Se a dor for incapacitante ou não regredir com a fisioterapia, pode-se recorrer à cirurgia. Outros tratamentos como acupuntura, massagens relaxantes e osteopatia também são excelentes opções para complementar o tratamento, mas o mais indicado é adotar vários tratamentos ao mesmo tempo porque eles se complementam.

Fisioterapia : Na fisioterapia para a espondiloartrose, pode-se fazer exercícios para melhorar a postura, usar aparelhos para aliviar a dor e o desconforto, e fazer os alongamentos, que vão melhorar o aporte sanguíneo e melhorar a amplitude de movimentos. Para complementar o tratamento, deve-se emagrecer, evitar levantar pesos e fazer grandes esforços, para não prejudicar ainda mais a coluna. Massagens terapêuticas e de relaxamento também podem ser úteis, assim como tomar analgésicos e anti-inflamatórios em dias de maior dor.

O trabalho da fisioterapia é capaz de aliviar os sintomas da espondiloartrose, mas trata-se de uma doença progressiva e degenerativa e, provavelmente, o indivíduo deverá fazer várias sessões de fisioterapia durante a vida. Para viver melhor com espondiloartrose, a atividade física bem orientada é a melhor maneira de aceitar e aprender a viver com a espondiloartrose, que é uma doença ortopédica que apesar de não ter cura, tem tratamento para controlar sua sintomatologia.

Entre em contato com a Nova Clínica Luz e agende uma consulta com o ortopedista.

 

Joomla contact form by 123FormBuilder